jusbrasil.com.br
21 de Janeiro de 2022

Associação dos Servidores da Agência Brasileira de Inteligência (Asbin) quer sensibilizar governo por concurso

Eduqc Concursos, Administrador
Publicado por Eduqc Concursos
há 6 anos

Inteligência é antever oportunidades e ameaças. É com esse conceito em mente que a Associação dos Servidores da Agência Brasileira de Inteligência (Asbin) irá buscar junto ao governo a realização do concurso solicitado pela Agência Brasileira de Inteligência (Abin), para 650 vagas em cargos dos níveis médio e superior. O objetivo é se antecipar à devolução do pedido do órgão, conforme comunicou o Ministério do Planejamento, em função da suspensão das seleções no Executivo federal, salvo algumas exceções.

Associao dos Servidores da Agncia Brasileira de Inteligncia Asbin quer sensibilizar governo por concurso

“Vamos tentar conscientizá-los da necessidade do concurso. A Abin realmente precisa e o governo tem que entender e abrir uma exceção”, afirmou o presidente da Asbin, Carlos Estrela. O representante dos servidores da agência não precisou o tamanho do déficit de pessoal, mas indicou que a situação é a mesma da administração pública federal como um todo. “Para se ter uma ideia, o Planejamento divulgou um levantamento há cerca de seis anos, apontando que 48% dos servidores federais poderiam se aposentar até este ano”, citou.

Estrela destacou que desde o ano passado, a associação vem tentando articular a abertura do concurso da agência. Segundo ele, uma audiência pública chegou a ser marcada para o último dia 28 na Câmara dos Deputados, para tratar de alterações na legislação inerente às atividades da Abin e também sobre a recomposição do quadro de servidores. O evento, porém, teve que ser adiado e ainda não tem nova data.

Ele contou que em função da falta de pessoal, a Abin conta com representantes em apenas quatro países. “É um número ridículo. As autoridades precisam entender a importância do serviço de inteligência”, lamentou, afirmando, porém, que já existe um compromisso do novo governo de reforçar a atividade de inteligência no país.

O pedido de concurso da Abin é para 90 vagas de agente de inteligência (médio; R$6.147,22), 110 de agente técnico de inteligência (médio; R$5.577,73), 250 de oficial de inteligência (superior; R$15.461,80) e 200 de oficial técnico de inteligência (superior; R$14.281,28). A intenção é preencher as vagas de forma gradativa em quatro anos, de 2017 a 2020.

O QualConcurso é seu aliado na hora de estudar. Com ele, você consegue organizar o seu tempo de estudo pelas disciplinas que mais precisa se aplicar e ainda testa seus conhecimentos, constantemente, por meio dos Simulados oferecidos pela plataforma. Quer saber mais? Clique aqui para conhecer a nossa metologia e baixar GRATUITAMENTE o e-book com os"4 passos para aprovação em concursos".

Fonte: Folha Dirigida

0 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)